Bolsas europeias negoceiam em alta na semana da reunião do BCE

Os investidores europeus estão otimistas, apesar do número de infeções pelo novo coronavírus continuar a aumentar em todo o mundo.

As bolsas europeias estão esta segunda-feira a negociar em alta, numa semana que será marcada pela reunião do Banco Central Europeu (BCE) e pelo início da apresentação de resultados empresariais.

Pelas 09h47 horas em Lisboa, o índice STX Europ 600 subia 0,52% para 368,73 pontos, com Londres a ganhar 0,45%, Paris avançar 0,45%, Frankfurt a subir 0,81%, Madrid a ganhar 0,71% e Milão em alta de 0,19%.

Os investidores europeus estão otimistas, apesar do número de infeções pelo novo coronavírus continuar a aumentar em todo o mundo e de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter diminuído a esperança de ser alcançado um novo acordo comercial com a China.

As principais praças europeias estão a ser impulsionadas pelos ganhos registados na Ásia, onde o índice Nikkei subiu 2%, depois de serem noticiados na sexta-feira avanços no desenvolvimento de um medicamento contra o novo coronavírus, o remdesivir, fabricado pela farmacêutica Gilead.

O encerramento positivo da bolsa de Nova Iorque na sexta-feira também contribuiu para o sentimento otimistas das bolsas asiáticas que contagiaram os mercados europeus.

Esta semana será marcada pela reunião do Eurogrupo na sexta-feira, em que se estudará a proposta da Comissão Europeia de criação de um Fundo Europeu de Recuperação no valor de 750.000 milhões de euros.

No mercado de matérias-primas, o preço do petróleo Brent, referência na Europa, caiu hoje 0,58%, para 42,99 dólares, com receio de que a reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e os seus aliados independentes, a OPEP+, que decorre esta semana possa indicar que os cortes na produção serão aliviados.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de