Boris Johnson garante à Ucrânia que aliados não ficarão parados "durante este período sombrio"

A Ucrânia está nos pensamentos de todos no Reino Unido "durante este período sombrio", disse Boris Johnson ao Presidente ucraniano, numa conversa telefónica no início da manhã desta quinta-feira.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, garantiu esta quinta-feira ao Presidente ucraniano que os aliados ocidentais não ficarão parados enquanto a Rússia ataca a Ucrânia.

Segundo um comunicado divulgado pelo gabinete do primeiro-ministro britânico, numa conversa telefónica ao início da manhã desta quinta-feira, Boris Johnson disse ao Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, que está chocado com os últimos desenvolvimentos na Ucrânia.

"O primeiro-ministro disse que o Ocidente não ficaria parado enquanto o presidente Putin fazia a sua campanha contra o povo ucraniano", revelou o gabinete.

Boris Johnson acrescentou que a Ucrânia está nos pensamentos de todos no Reino Unido "durante este período sombrio".

O Presidente russo, Vladimir Putin, anunciou esta quinta-feira o início de uma operação militar no leste da Ucrânia, alegando que se destina a proteger civis de etnia russa nas repúblicas separatistas de Donetsk e Lugansk, que reconheceu como independentes na segunda-feira.

Entretanto, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou esta quinta-feira novas "sanções pesadas" contra a Rússia após a escalada da ofensiva militar russa na Ucrânia, avisando o Presidente russo para "não subestimar" a União Europeia (UE).

ACOMPANHE AQUI A ESCALADA DE TENSÃO ENTRE A RÚSSIA E A UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de