Brasil vai a segunda volta, nobel da Medicina para a evolução humana e outros destaques TSF

Também para ler nos destaques desta manhã está a epidemia de gripe das aves, uma das maiores de sempre. Em Portugal, foram detetados 27 focos da doença num ano.

A manhã informativa da TSF desta segunda-feira ficou marcada pelo rescaldo das eleições no Brasil. Os brasileiros têm pela frente mais três semanas de impasse: o resultado da primeira volta das eleições presidenciais deu uma vitória muito curta a Lula da Silva, que assim terá de voltar a enfrentar Jair Bolsonaro, a 30 de outubro. Apesar de Lula ter vencido, o partido de Bolsonaro conseguiu eleger oito senadores dos 27 lugares que estavam em disputa.

De semblante carregado e vestido de camisa negra, Jair Bolsonaro justificou a derrota na primeira volta das presidenciais brasileiras com muitos votos associados à "vontade de mudar" associada à escalada da inflação e outros problemas alheios à política interna. "Há muitas mudanças que podem vir para pior", avisou o Presidente brasileiro em conferência de imprensa no exterior do Palácio da Alvorada.​​​​​​

Já o ex-presidente e candidato Luiz Inácio Lula da Silva mostrou-se confiante numa vitória nas eleições brasileiras e disse que a segunda volta será apenas uma "prorrogação".

Em entrevista à TSF, o número dois de Lula considera que ganhar na primeira volta das eleições "não é fácil". No entanto, Geraldo Alckmin afirma que Lula "deverá vencer o segundo turno", visto que tem "menor rejeição do que o atual presidente".

Também na ordem do dia está a atual epidemia de gripe das aves, que é uma das maiores de sempre. É o que revela o relatório conjunto divulgado esta segunda-feira pela Autoridade Europeia de Segurança Alimentar e o Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças. Em Portugal, as autoridades detetaram 27 focos da doença num ano.

Um aluno custa, em Portugal, 100 mil euros desde que entra na escola até ao 9.º ano. Segundo um estudo, o nosso país gasta anualmente com cada estudante 10.854 euros, um valor que está abaixo da média da OCDE.

Svante Pääbo recebeu o Prémio Nobel da Medicina pelas suas descobertas sobre a evolução humana. O cientista sueco trabalha no Instituto de Antropologia em Leipzig, na Alemanha e foi distinguido por sequenciar o genoma do Neandertal e ter descoberto um hominídeo anteriormente desconhecido, denominado denisova.

Por fim, morreu aos 75 anos a atriz e ativista nativa americana Sacheen Littlefeather, vaiada por uns e aplaudida por outros em 1973, quando recusou um Óscar em nome do ator Marlon Brando.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de