Bruxelas estima que países sejam capazes de dar três milhões de vacinas por dia

A comissária europeia da tutela admitiu que este objetivo "é ambicioso".

A Comissão Europeia estimou esta quinta-feira que os Estados-membros da União Europeia (UE) tenham, em breve, condições para administrar três milhões de doses de vacinas anticovid-19 por dia, numa altura em que foram já administradas 117 milhões de unidades.

"Até hoje, já administrámos 117 milhões de doses de vacina na UE e estamos prestes a administrar três milhões de vacinas todos os dias", declarou a comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides.

Falando numa audição por videoconferência na Comissão do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar do Parlamento Europeu, a responsável acrescentou: "Mais de 30 milhões dos nossos cidadãos estão agora totalmente vacinados em toda a UE e está a ser aumentada a capacidade de produção [de vacinas ou componentes], o que torna possível acelerar as entregas".

"Ainda temos algum caminho a percorrer, mas definitivamente demos a volta por cima, graças em grande parte à nossa estratégia de vacinação", assinalou Stella Kyriakides.

Questionada sobre a meta estipulada pelo executivo comunitário, de que 70% da população adulta da UE esteja vacinada até ao final do verão, a comissária europeia da tutela admitiu que este objetivo "é ambicioso".

"Mas creio que é viável e precisamos de olhar para o positivo [já que] teremos uma vacinação muito acelerada no segundo trimestre", referiu Stella Kyriakides, adiantando que, apesar dos "grandes desafios no primeiro trimestre, agora se está a assistir a progressos".

Além disso, "estamos também a ver agora a diferença que as vacinas estão a provocar em termos da diminuição do número de hospitalizações e da mortalidade nos grupos etários que foram vacinados, por exemplo, nos maiores de 80 anos", destacou ainda a responsável.

A campanha de vacinação da UE tem sido marcada por atrasos na entrega de vacinas por parte da AstraZeneca e mais recentemente da Janssen, depois de terem sido registados casos raros de formação de coágulos sanguíneos após a toma de ambos os fármacos.

Atualmente, estão aprovadas quatro vacinas na UE: Comirnaty (nome comercial da vacina Pfizer/BioNTech), Moderna, Vaxzevria (novo nome da vacina da AstraZeneca) e Janssen (grupo Johnson & Johnson).

A ferramenta 'online' do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) para rastrear a vacinação da UE, que tem por base as notificações dos Estados-membros, indica que 8,5% da população adulta da UE já está totalmente inoculada (com as duas doses), enquanto 23,1% recebeu a primeira dose da vacina.

Já em termos absolutos, os dados do ECDC referem que 115 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 foram administradas na UE até esta quinta-feira, de um total de cerca de 134 milhões de doses entregues aos países, números que podem ainda estar não estar atualizados dado dependerem da informação dos países.

A expectativa do executivo comunitário é que neste segundo trimestre cheguem à UE mais de 400 milhões doses de vacinas contra a covid-19, a quase totalidade da BioNTech/Pfizer (250 milhões), seguindo-se a Moderna (35 milhões), a Janssen (55 milhões) e AstraZeneca (70 milhões).

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de