Bruxelas: "Não comentamos processos democráticos em países terceiros"

Comissão Europeia "não altera o trabalho com as autoridades britânicas, e com a Irlanda do Norte", apesar dos "desenvolvimentos políticos".

Os porta-vozes da Comissão Europeia recusaram-se esta quinta-feira a acrescentar comentários sobre "os desenvolvimentos políticos" em curso no Reino Unido. Numa altura em que a demissão do chefe do governo britânico, Boris Johnson estava eminente, o porta-voz do executivo comunitário, Johannes Bahrke disse que a política de Bruxelas nestes casos é a de "não comentar".

"Sobre os acontecimentos no Reino Unido, não temos comentários, e não comentamos processos democráticos em países terceiros, tal como não o fazemos para os Estados-Membros", afirmou Bahrke.

Questionado sobre as consequências da demissão de Boris Johnson, para o processo de infração que está e curso contra o Reino Unido, desde o ano passado, o porta-voz para os acordos do Brexit, Daniel Ferrie afirma que Bruxelas vai manter tudo inalterado.

"Do nosso lado, os desenvolvimentos políticos não alteram a nossa posição em relação ao protocolo, e em relação ao nosso trabalho com as autoridades britânicas, e com a Irlanda do Norte", afirmou Daniel Ferrie.

"O processo de infração foi lançado no ano passado. Também já enviámos um parecer fundamentado no mês anterior. O procedimento está a avançar, e não temos novidades em relação a esse procedimento. O processo continua em curso", assegurou o porta-voz.

Há menos de um mês o demissionário primeiro-ministro britânico, Boris Johnson anunciou unilateralmente que o Reino Unido se desvincula do mais difícil dos acordos do Brexit: o protocolo da Irlanda do norte.

A decisão levanta questões comercias entre o Reino Unido e o bloco europeu. O porta-voz, Daniel Ferrie diz que "a posição [da Comissão Europeia] é a de encontrarmos soluções em relação ao protocolo. E é só. E isso não se altera".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de