Bulgária expulsa dois diplomatas russos por alegada espionagem

Os diplomatas "têm 72 horas para sair do país devido a atividades incompatíveis com o seu estatuto".

A Bulgária anunciou esta segunda-feira a expulsão de dois diplomatas russos após a descoberta de uma suposta rede de espionagem para favorecer Moscovo, num momento de tensão entre os dois países.

"O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Bulgária declarou 'persona non grata' dois diplomatas da embaixada russa em Sófia e deu-lhes 72 horas para deixar o país devido a atividades incompatíveis com o seu estatuto diplomático", pode ler-se em comunicado.

A procuradoria tinha anunciado na sexta-feira a detenção de seis pessoas, incluindo vários executivos do Ministério da Defesa, acusados de fornecerem informações confidenciais ao chefe da rede, um antigo agente dos serviços de informações.

A sua mulher, de nacionalidade russo-búlgara, "desempenhou então o papel de intermediária" com Moscovo, segundo a mesma fonte.

Como parte das "investigações preliminares, foi estabelecido que dois cidadãos da Federação Russa efetuaram atividades de recolha de informações não regulamentadas", explicou esta segunda-feira a procuradoria, que notificou o ministério.

A procuradoria indicou ainda que os suspeitos não poderiam ser acusados de espionagem devido à sua imunidade diplomática.

A embaixada russa deplorou imediatamente esta expulsão.

"Este enésimo passo infundado das autoridades búlgaras não contribuirá para o desenvolvimento de um diálogo construtivo entre a Rússia e a Bulgária. A Rússia reserva-se no direito de impor medidas retaliatórias", reagiu através do Facebook.

Moscovo já havia lamentado na semana passada as "tentativas incansáveis" de minar o diálogo russo-búlgaro e de "demonizar" a Rússia.

A Bulgária mantém tradicionalmente estreitos laços económicos com a Rússia, mas desde outubro de 2019 vários casos de espionagem têm enfraquecido esses laços.

Cinco diplomatas russos e um assistente técnico da embaixada foram expulsos durante esse período.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de