Burger King vai deixar de oferecer brinquedos no menu de crianças do Reino Unido

Do outro lado da barricada, o McDonald's recusa-se a excluir os brinquedos por completo. Os clientes vão ter a opção de escolher entre um brinquedo, um livro ou uma saqueta de fruta.

O Burger King do Reino Unido vai deixar de incluir brinquedos de plástico nos menus destinados a crianças e pretende derreter os antigos, como forma de reduzir o desperdício. De acordo com a BBC , esta mudança surgiu porque duas crianças de Hampshire fizeram uma petição para que o Burger King e o McDonald's acabassem com os brinquedos de plástico.

Na petição , Ella (de nove anos) e Caitlin McEwan (de sete) pedem às empresas para "pensarem no ambiente e pararem de dar brinquedos de plástico com os menus de criança".

As irmãs escreveram: "As crianças só brincam com os brinquedos de plástico que nos dão durante uns minutos antes de os mandarem fora e fazerem mal aos animais e poluírem o mar".

Com mais de meio milhão de assinaturas, a petição ainda sugeria que as ofertas fossem feitas de material sustentável.

Algumas horas antes do Burger King anunciar a mudança de regulamento, o McDonald's do Reino Unido disse que não tem quaisquer planos para abdicar das ofertas de brinquedos. Em vez disso, os clientes vão poder escolher entre um brinquedo, um livro ou uma saqueta de fruta.

"Os presentes proporcionam diversão para muitas famílias e crianças. Por isso mesmo é que vamos testar este método, de modo a dar ao cliente o poder de escolha. Eles também podem escolher um brinquedo, ou simplesmente escolherem não levar nada", disse Paul Pomroy, chefe executivo do McDonald's do Reino Unido e da Irlanda.

O Burger King disse querer fazer algo "significativa" para resolver a questão dos resíduos de plástico. Para além de banir os brinquedos, a cadeia de fast food vai ter caixotes nos restaurantes para recolher os antigos.

Segundo a empresa, esta nova mudança vai economizar 320 toneladas de plástico por ano.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de