Carro de Reyes circulava a 237 km/h quando pneu rebentou

Relatório preliminar ao acidente indica que o excesso de velocidade pode ter sido determinante na morte do jogador de 35 anos.

O rebentamento de um pneu a alta velocidade terá sido a causa do despiste do carro de José Antonio Reyes, antigo jogador do Benfica que este sábado morreu, aos 35 anos.

Segundo o relatório preliminar da Guardia Civil, consultado pelo jornal El Mundo Deportivo, o Mercedes Brabus S550 circulava a 237 quilómetros por hora quando se despistou.

O jogador terá perdido o controlo do carro, que colidiu contra blocos de cimento e materiais de obras. Acabou por capotar e incendiou-se a 200 metros do local onde saiu da estrada.

Os investigadores admitem ainda que os pneus do carro de Reys não tivessem a pressão adequada.

De acordo com a agência EFE, o acidente que vitimou o jogador e um primo do avançado espanhol e deixou ferido com gravidade outro primo do avançado, que seguiam no mesmo carro, aconteceu este sábado, pelas 11h40 (10h40 em Lisboa), numa autoestrada entre Sevilha e Utrera, localidade onde Reyes nasceu.

Centenas de adeptos prestaram este domingo homenagem a José Antonio Reyes, numa capela instalada no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha.

O caixão do espanhol foi irá depois para Câmara Municipal de Utrera, cidade natal de José António Reyes, onde ficará em câmara ardente durante toda a noite, com o funeral a realizar-se na manhã de segunda-feira.

O jogador será ainda distinguido com uma medalha de ouro e brilhantes, por parte da Federação Espanhola de Futebol, a 10 de junho.

Reyes que atualmente alinhava pelos espanhóis do Extremadura, passou pelo Benfica na época de 2008/2009, quando a equipa era treinado por Quique Flores, emprestado pelo Atletíco de Madrid. Durante o período em que jogou pelas 'águias', Reyes fez 35 jogos, marcou seis golos e venceu uma Taça da Liga.

O atleta iniciou a carreira no Sevilha FC, tendo sido o jogador mais jovem a estrear-se pelo clube na Primeira Liga Espanhola, aos 16 anos.

O jogador passou ainda pelo Arsenal, pelo Real Madrid, pelo Atlético de Madrid, pelo Espanyol, pelo Córdoba e pelos chineses do Xinjiang Tianshan Leopard. Conquistou cinco vezes a Liga Europa, venceu uma Supertaça Europeia, a Taça da Liga portuguesa, uma Taça da Liga Inglesa, uma Supertaça de Inglaterra, um campeonato inglês e um campeonato espanhol.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados