Cerca de 35% dos adultos em Díli já tomaram primeira dose da vacina

A porta-voz da comissão interministerial para o plano de vacinação timorense disse aos jornalistas que até quinta-feira já tinham sido vacinados 87.230 pessoas.

Cerca de 35% dos adultos da capital timorense, ou 74.659 pessoas, já tomaram a primeira dose da vacina da AstraZeneca contra a covid-19, disseram esta sexta-feira as autoridades.

A porta-voz da comissão interministerial para o plano de vacinação timorense disse aos jornalistas que até quinta-feira já tinham sido vacinados 87.230 pessoas, sendo que desde o início de maio a vacinação tem decorrido apenas em Díli.

"Até ao momento, foram vacinadas em Díli um total de 74.659 pessoas com mais de 18 anos, ou 35% de um universo estimado de 213.800 pessoas", adiantou Danina Coelho.

Os dados indicaram que 9.578 pessoas, entre os 18 e 59 anos e com comorbidade, foram já vacinadas em Díli, ou cerca de 97% de um total estimado de 9.877 residentes.

Mais baixa tem sido a adesão de pessoas com mais de 60 anos, já que até ao momento foram vacinadas com a primeira dose 2.722 pessoas nesta faixa etária, ou 19% de um total de 14.518 pessoas.

Danina Coelho reiterou os apelos aos maiores de 60 anos, um dos grupos com maior risco de situações graves em caso de infeção, para que se vacinem.

Fontes da comissão disseram à Lusa estar prevista uma reunião, durante o dia, sobre a oferta de cerca de 100 mil vacinas Sinovac, disponibilizadas pela China, e que podem chegar a Timor-Leste em breve.

Durante a próxima semana está igualmente prevista a chegada de cerca de 100 mil doses da AstraZeneca, oferecidas através do mecanismo multilateral COVAX e que incluem um lote disponibilizado pela Nova Zelândia através deste programa.

Com este segundo carregamento será possível iniciar a administração da segunda dose aos que primeiro receberam a vacina no início da campanha, em abril.

As autoridades timorenses anunciaram já que quem tiver a vacinação completa poderá circular pelo país sem necessidade de testes prévios, embora continue a ser necessário a apresentação das autorizações para sair das cercas sanitárias.

Quem entrar no país com a vacinação completa deixará de necessitar de quarentena, ainda que tenha que apresentar testes negativos à covid-19.

Desde o início da pandemia, Timor-Leste registou 16 mortos e 7.422 casos da doença.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.693.717 mortos no mundo, resultantes de mais de 171,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.029 pessoas dos 851.031 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de