Cerimónia dos Grammys adiada devido à Covid-19

Organização defende que realizar a cerimónia acarreta "demasiados riscos".

A organização da cerimónia dos Grammys adiou, nesta quarta-feira, o evento previsto para 31 de janeiro devido às "incertezas sobre a variante Ómicron", que se espalhou pelos Estados Unidos nas últimas semanas.

"Manter o espetáculo em 31 de janeiro acarreta simplesmente demasiados riscos", destaca a Recording Academy num comunicado, acrescentando que a nova data será anunciada "em breve".

"A saúde e segurança daqueles que fazem parte da comunidade da música, do público ao vivo e das centenas de pessoas que trabalham incansavelmente para produzir o espetáculo continua a ser a nossa prioridade", garante.

Justin Bieber, Billie Eilish e Olivia Rodrigo estão entre os principais nomeados para a 64.ª cerimónia anual. Jon Batiste, artista de jazz e R&B, personalidade televisiva e líder da banda Stay Human lidera as nomeações, com 11.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de