Chanceler alemão promete pressão do G7 sobre Putin até acabar a guerra

"Vamos continuar a aumentar a pressão sobre Putin. Esta guerra deve terminar", referiu Olaf Scholz, sobre o conflito na Ucrânia, iniciado pela Rússia.

O chanceler alemão, Olaf Scholz, assegurou esta segunda-feira ao Presidente ucraniano que o G7 "continuará a aumentar a pressão" sobre Vladimir Putin até que termine a guerra que o líder russo iniciou na Ucrânia.

"Como G7, mantemo-nos unidos com a Ucrânia e continuaremos a apoiá-la. Para tal, todos temos de tomar decisões difíceis, mas necessárias", escreveu Scholz na rede social Twitter, citado pela agência francesa AFP.

"Vamos continuar a aumentar a pressão sobre Putin. Esta guerra deve terminar", acrescentou, referindo-se ao conflito na Ucrânia que a Rússia iniciou ao invadir o país vizinho, em 24 de fevereiro.

A declaração de Scholz foi divulgada depois de Volodymyr Zelensky ter discursado por videoconferência perante os líderes do grupo das sete nações mais industrializadas, que estão reunidos em cimeira em Elmau, nos Alpes alemães.

A intervenção de Zelensky abriu o segundo dia da cimeira do G7, em que participam, além da Alemanha, os líderes do Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido, bem como da União Europeia (UE).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de