China defende Grande Baía como solução para Hong Kong

O projeto visa construir uma metrópole mundial a partir de Hong Kong e Macau, e nove cidades da província de Guangdong, através da criação de um mercado único e crescente conectividade.

O Governo chinês defendeu esta terça-feira que o desenvolvimento de Hong Kong no âmbito de um projeto de integração com o continente é "o melhor" para a região semiautónoma, mesmo quando "manifestantes tentam comprometer" o seu futuro.

O porta-voz do Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Conselho de Estado chinês Yang Guang defendeu em conferência de imprensa os "benefícios" de uma maior conectividade entre Hong Kong, Macau e Shenzhen.

O porta-voz considerou que o projeto Área da Grande Baía trará a Hong Kong desenvolvimento e estabilidade "a longo prazo".

O projeto visa construir uma metrópole mundial a partir de Hong Kong e Macau, e nove cidades da província de Guangdong, através da criação de um mercado único e crescente conectividade.

Numa altura em que Hong Kong vive um clima de contestação social, Pequim anunciou ainda um plano para Shenzhen, que inclui reformas abrangentes a serem implementadas nos setores jurídico, financeiro ou no sistema de saúde, visando elevar o estatuto da cidade naquele projeto de integração regional.

Na semana passada, o jornal oficial do Partido Comunista Chinês Global Times advertiu também que, caso os tumultos persistam na antiga colónia britânica, a cidade "poderá perder o seu encanto" e levar à transferência de "alguns serviços financeiros importantes para o emergente vizinho Shenzhen", em setores como a captação de recursos para 'startups' ou a internacionalização da moeda chinesa, o yuan.

Shenzhen aprovou já um plano de incentivos fiscais e subsídios visando atrair os melhores talentos de Hong Kong e Macau.

Situado na fronteira com Hong Kong, Shenzhen converteu-se numa das mais prósperas cidades da Ásia, símbolo do milagre económico que transformou a China, após a adoção da política de Reforma e Abertura, no final dos anos 1970.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de