China enviou astronautas para completar construção de estação espacial

Astronautas que acabaram de chegar vão substituir a outra equipa.

Três astronautas a bordo da nave espacial chinesa Shenzhou-15 entraram esta quarta-feira na estação espacial do país e reuniram-se com outros três tripulantes que já lá estavam. A missão destes homens é completar a construção da estação espacial chinesa Tiangong.

Os astronautas que acabaram de chegar vão substituir a outra equipa e só deverão regressar a terra daqui a seis meses. Fei Junlong, um dos astronautas, de 57 anos, está a regressar ao espaço 17 anos depois da última viagem, em que comandoou a missão Shenzhou-6.

"As principais responsabilidades da missão são conseguir a primeira entrega da tripulação em órbita, instalar equipamento e outras instalações dentro e fora da estação espacial e realizar experiências científicas", explicou Ji Qiming, porta-voz da agência espacial chinesa CMSA, citado pela AFP.

Quando estiver concluída, a estação espacial de Tiangong deverá ter um tamanho semelhante à estação Mir, construída pelos soviéticos e que orbitou a Terra entre os anos 1980 e até 2021. Tiangong, que significa "palácio celestial", funcionará durante cerca de uma década e acolherá uma variedade de experiências com gravidade quase nula.

No próximo ano, Pequim planeia lançar o telescópio espacial Xuntian com um campo de visão 350 vezes superior ao telescópio espacial Hubble da NASA.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de