China regista cinco novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Número de pessoas infetadas ativas no país fixou-se em 87, incluindo nove em estado considerado grave.

A China diagnosticou, nas últimas 24 horas, cinco novos casos de covid-19, no nono dia consecutivo em que a soma diária de infeções no país permanece abaixo da dezena, informaram esta quarta-feira as autoridades.

A Comissão de Saúde da China disse ter identificado quatro novos casos com origem local, até às 23h59 de terça-feira (16h59 em Lisboa), em Jilin, no nordeste do país, o novo foco da doença no território chinês.

Jilin, que faz fronteira com a Rússia e a Coreia do Norte, diagnosticou dezenas de casos nas últimas semanas, o que levou as autoridades chinesas a restringir as deslocações para fora da província.

O outro caso é oriundo do exterior e foi diagnosticado na Mongólia Interior, no extremo norte do país.

As autoridades de saúde informaram ainda que, nas últimas 24 horas, três pacientes receberam alta, pelo que o número de pessoas infetadas ativas no país asiático se fixou em 87, incluindo nove em estado considerado grave.

Segundo dados oficiais, desde o início da pandemia, a China registou 82.965 infetados e 4.634 mortos devido à covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. Até ao momento, 78.244 pessoas tiveram alta.

As autoridades chinesas referiram que 740.614 pessoas que tiveram contacto próximo com infetados estiveram sob vigilância médica na China, 4.893 das quais permanecem sob observação.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 320 mil mortos e infetou quase 4,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de