Chipre identifica Deltacron, uma nova variante que mistura a Delta com a Ómicron

Esta variante tem a assinatura genética da Ómicron, mas o genoma da variante Delta.

Há uma nova mistura da variante Delta e da variante Ómicron, que está para já batizada como Deltacron. São apenas 25 os casos conhecidos até agora e todos no Chipre. Os especialistas cipriotas afirmam que se trata de uma nova variante que combina características das outras duas mais prevalentes.

A Deltacron tem a assinatura genética da Ómicron, mas o genoma da variante Delta. Os 25 casos identificados até agora no Chipre são mais frequentes entre pessoas internadas com Covid-19 do que em pessoas infetadas com formas mais ligeiras da doença.

Os peritos admitem que é muito cedo para perceber se há ou não motivo de preocupação com esta mistura de vírus da Covid-19, mas tudo indica que a Deltacron até pode desaparecer perante o avanço da estirpe mais contagiosa, a Ómicron.

A Covid-19 provocou 5.478.486 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 19.113 pessoas e foram contabilizados 1.639.846 casos de infeção, segundo a última atualização da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 na China. Uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi registada desde novembro em pelo menos 110 países, sendo dominante em Portugal.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de