Cobra de 62 anos pôs ovos apesar de não ter contacto com machos há 20 anos

Com 62 anos, esta é a cobra mais velha de sempre a pôr ovos. A última vez que esteve em contacto com um macho da espécie foi em 1990.

Uma cobra em cativeiro pôs sete ovos apesar de não ter contacto com nenhum macho há mais de duas décadas. O caso foi reportado no jardim zoológico de St. Louis, no Missouri, Estados Unidos e está a intrigar os investigadores.

Além de não ter sido fertilizada recentemente, esta Pitão-real foi capaz de gerar crias também com o recorde de longevidade: tem 62 anos, mais de o dobro da esperança média de vida para esta espécie.

Com esta idade, já não devia ser capaz de pôr ovos. Mas as fêmeas desta espécie têm capacidade para se reproduzir sem ajuda de machos, apesar de ser pouco habitual, explica Mark Wanner, responsável pelo departamento de herpetologia do zoo de St. Louis.

Citado pela Associated Press, o especialista no estudo de répteis e anfíbios explica que por vezes as cobras armazenam esperma para adiar a fertilização, mas não durante tantos anos, como parece ser o caso.

Esta é "definitivamente a cobra mais velha que conhecemos na história" a pôr ovos, sendo também a velha a viver em cativeiro num jardim zoológico.

Dos sete ovos que a pitão pôs no dia 23 de julho, três permanecem numa incubadora, dois foram usados para testes genéticos e dois não sobreviveram.

Os ovos incubados devem eclodir dentro de um mês, enquanto os dois que estão a ser testados vão permitir descobrir se a reprodução foi sexuada ou assexuada, através de partenogénese - o crescimento e desenvolvimento de um embrião sem fertilização.

A única cobra Pitão-real macho no jardim zoológico de St. Louis tem 31 anos e não está no viveiro que a fêmea. Nenhuma das duas está exposta ao público.

A nova mãe foi oferecida por um particular ao jardim zoológico em 1961, quando tinha apenas três anos de idade. A última vez que esteve em contacto com machos da espécie foi em 1990, quando era convencional colocar todas as cobras juntas num balde enquanto as jaulas eram limpas. Em 2009 pôs vários ovos, mas nenhum sobreviveu.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de