Colapso de duas barragens provoca cheias históricas nos EUA. Milhares de pessoas retiradas

Milhares de pessoas tiveram de ser retiradas de casa. Estas podem ser as maiores cheias dos últimos 500 anos nos Estados Unidos.

Milhares de pessoas tiveram de ser retiradas de casa. Estas podem ser as maiores cheias dos últimos 500 anos nos Estados Unidos.

O rebentamento de duas barragens esta quarta-feira, no Michigan, Estados Unidos, provocou inundações que obrigaram a decretar o estado de emergência em várias localidades.

As barragens de Edenville e Sanford não resistiram à força das águas do rio Tittabawassee, consequência da chuva forte que se fez sentir nos últimos dias, e colapsaram.

Não há registo de vítimas mortais, mas há dezenas de casas e terrenos alagados, assim como pontes destruídas pela força das águas.

Mais de 10 mil pessoas tiveram de ser retiradas de Midland, uma cidade com 42 mil habitantes, onde se espera que o nível das águas possa subir três metros nas próximas horas.

O rio Tittabawassee já subiu 10 metros, bem acima do limite para transbordar e estima-se que estas possam ser as maiores cheias dos últimos 500 anos nos Estados Unidos.

O governador do estado do Michigan Gretchen Whitmer já prometeu fazer um ponto de situação detalhado sobre os efeitos do rebentamento das duas barragens. "É difícil acreditar que no meio da crise mais grave dos últimos cem anos - uma pandemia global - também tenhamos de lidar com uma cheia que parece ser a pior dos últimos 500 anos", lamentou.

Donald Trump é esperado esta quinta-feira no estado do Michigan: já tinha agendada uma visita a uma fábrica onde estão a ser produzidos ventiladores, na cidade de Detroit.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de