Comandante da Jihad Islâmica morto em ataque aéreo israelita em Gaza

O grupo extremista apoiado pelo Irão já confirmou a morte do comandante no norte da faixa de Gaza.

Um comandante do grupo extremista palestiniano Jihad Islâmica morreu esta madrugada durante um ataque aéreo israelita na faixa de Gaza, anunciaram as autoridades isrealitas.

"Um edifício na faixa de Gaza, onde o comandante da Jihad Islâmica Baha Abu al-Ata residia, foi atacado", indicaram as forças armadas israelita em comunicados, acrescentando que a operação foi conduzida em conjunto com os serviços de segurança interna israelita Shin Bet.

O Ministério da Saúde de Gaza indicou que um homem e uma mulher morreram na sequência da explosão e duas pessoas ficaram feridas.

A imprensa local israelita noticiou recentemente que Abu al-Ata foi o responsável pelos recentes ataques instruídos por Teerão contra as comunidades do sul de Israel.

União Europeia, Estados Unidos, Japão, Austrália e Israel consideram a Jihad Islâmica um grupo terrorista, que defende a destruição do Estado israelita e a criação de um Estado islâmico na Palestina.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados