Consumo de energia renovável supera carvão nos EUA pela 1.ª pela vez em 134 anos

A energia eólica e a solar são as mais utilizadas.

O consumo de energias renováveis nos EUA em 2019 superou a das provenientes do carvão, o que acontece pela primeira vez em 134 anos, divulgou na quinta-feira a Agência de Informação sobre Energia.

Os números "refletem a descida continuada na quantidade de carvão utilizada para gerar eletricidade na última década e o crescimento da energia renovável, sobretudo a eólica e a solar", explicou a agência, em comunicado.

Em 2019, o consumo do carvão caiu 15% em relação ao ano anterior, para 11,3 milhões de biliões (milhão de milhões) das designadas unidades termais britânicas (BTU), na que foi a sua sexta queda anual consecutiva, enquanto o das energias renováveis subiu 1%, para 11,5 milhões de biliões de BTU, na que foi a quarta subida anual seguida.

Antes de 2019, o ano em que se consumiu mais energia renovável do que carvão foi 1885, quando a lenha era a principal fonte de energia nos EUA e a única "renovável a grande escala comercial", até que se criaram as primeiras centrais hidroeléctricas, na década de 1880.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de