Contagem na reta final. Segunda volta praticamente garantida nas Presidenciais de Timor-Leste

José Ramos-Horta deverá vencer a primeira volta, mas sem vantagem suficiente para evitar a segunda volta a 19 de abril.

O antigo Presidente timorense José Ramos-Horta deverá vencer a primeira volta das presidenciais de sábado com ampla vantagem, mas insuficiente para evitar a segunda volta, indicam as projeções da contagem desta segunda-feira.

Quando faltam registar apenas 32 atas correspondentes a centros de votação com um total de 85 mil eleitores recenseados, José Ramos-Horta lidera a contagem com 278.138 votos e 46,02%, à frente de Francisco Guterres Lú-Olo, com 134.969 votos e 22,33%.

Tendo em conta a abstenção média de 22%, na prática falta registar cerca de 55 mil votos, em Díli.

De acordo com os dados atuais, mesmo que Ramos-Horta recebesse 100% dos votos por contar, continuaria aquém dos 50% mais um necessários para vencer na primeira volta.

O escrutínio dos dados provisórios contabilizados pelo Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) será ainda alvo de verificação na Comissão Nacional de Eleições (CNE), onde serão resolvidos, entre outros aspetos, votos reclamados em todo o país.

A confirmar-se, a segunda volta das presidenciais vai realizar-se em 19 de abril.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de