Coreia do Sul abandona uso de máscara ao ar livre

Vai manter-se a obrigatoriedade do uso de máscara facial em espaços fechados, sob pena de multa.

O Governo sul-coreano anunciou esta sexta-feira que, a partir de segunda-feira, deixa de ser obrigatório o uso de máscaras ao ar livre, abolindo mais uma medida de controlo da Covid-19.

Atualmente, o país asiático mantém a obrigação de usar máscaras ao ar livre em reuniões ou eventos com 50 ou mais pessoas, sob pena de multa para os infratores, imposição que vai terminar a partir do dia 26.

"Estamos claramente a ultrapassar um momento crítico para o ressurgimento da Covid-19", disse o primeiro-ministro sul-coreano, Han Duck-soo, em conferência de imprensa, de acordo com a agência de notícias da Coreia do Sul, Yonhap.

Como tal, irá manter-se a obrigatoriedade do uso de máscara facial em espaços fechados, numa antecipação também da época sazonal da gripe e de um possível ressurgimento de casos de Covid-19, disse Han.

Em maio, a Coreia do Sul acabou com a exigência de usar máscara ao ar livre na maioria das situações, mas manteve a medida para concertos, eventos desportivos, demonstrações e outras atividades de grupo em espaços exteriores.

Desde o início da pandemia, a Coreia do Sul registou mais de 28 mil mortes e mais de 24 milhões de casos da doença.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de