Covid-19 já matou 41.072 pessoas e infectou quase 830 mil em todo o mundo

Há 164.900 casos de cura reportados a nível mundial.

A pandemia do novo coronavírus já matou pelo menos 41.072 pessoas em todo o mundo desde seu início e infetou quase 830 mil, segundo um balanço da agência AFP às 19h00 de hoje, baseado em números oficiais de países.

De acordo com os dados recolhidos pela agência noticiosa francesa, mais de 828.340 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados em 186 países e territórios desde o início da epidemia.

Contudo, alerta a AFP, este número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infeções, já que grande parte dos países está atualmente a testar casos que requerem atendimento hospitalar.

Entre esses casos, pelo menos 164.900 são hoje considerados curados pelas autoridades nacionais dos países.

Desde a contagem realizada às 19:00 de segunda-feira, 4.396 novas mortes e 70.404 novos casos foram registados em todo o mundo.

Os países com mais mortes nas últimas 24 horas são a Espanha, com 849, a Itália (837) e os Estados Unidos (612).

A Itália, que registou sua primeira morte ligada ao coronavírus no final de fevereiro passado, tem atualmente 12.428 mortes, em 105.792 casos, numa altura em que hoje foram diagnosticadas 837 mortes e 4.053, enquanto 15.729 pessoas foram dadas como curadas pelas autoridades italianas.

Depois da Itália, os países mais afetados são a Espanha, com 8.189 mortes, para 94.417 casos, a França, com 3.523 mortes (52.128 casos), os Estados Unidos, com 3.440 mortes (174.467 casos) e a China continental, com 3.305 mortes (81.518 casos).

A China (excluindo os territórios autónomos de Hong Kong e de Macau), onde a epidemia eclodiu no final de dezembro passado, contabilizou 81.518 casos (48 novos entre segunda e terça-feira), incluindo 3.305 mortes (1 nova) e 76.052 curas.

Ente os casos relatados, os Estados Unidos são hoje o país mais afetado, com 174.467 infeções registadas oficialmente, incluindo 3.440 mortes e 6.038 doentes curados.

Desde segunda-feira, às 19:00, Trinidad e Tobago, Birmânia, Tanzânia, Mauritânia, Costa do Marfim e Bielorrússia anunciaram as primeiras mortes ligadas ao novo coronavírus, enquanto o Burundi e Serra Leoa anunciaram o diagnóstico dos primeiros casos.

A Europa totalizou às 19:00 de hoje 29.912 mortes, para 452.978 casos, a Ásia 3.889 óbitos (108.726 casos), os Estados Unidos e Canadá 3.538 mortes (182.953 casos), o Médio Oriente 3.008 mortes (55.578 casos), a América Latina e Caribe 508 mortes (17.191 casos), África 195 mortes (5.698 casos) e a Oceânia 22 mortes (5.224 casos).

Esta avaliação foi realizada usando dados coletados pelos escritórios da AFP das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 160 mortes, mais 20 do que na véspera (+14,3%), e 7.443 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 1.035 em relação a segunda-feira (+16,1%).

Dos infetados, 627 estão internados, 188 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de