Davos discute a emergência climática. Trump foi a voz dissonante

2020 seria o ano do tema único, o ano das alterações climáticas, mas o presidente dos Estados Unidos não gostou da ideia.

Temas como os sistemas de saúde, consumo ou economia digital foram acrescentados aos painéis de debate em Davos, mas todos estão a ser analisados na perspetiva da sustentabilidade ambiental.

Donald Trump chegou atrasado e durante meia hora dedicou se ao elogio das politicas que tem seguido. A melhor economia de sempre, o mais baixo desemprego da História ou os mais vantajosos acordos comerciais foram algumas das vitorias reclamadas pelo presidente norte-americano. Trump não conseguiu no entanto escapar a emergência climática.

Antes, a audiência tinha escutado o fundador do Fórum Económico Mundial defender que o mundo enfrenta uma situação de emergência. Klaus Schwab considera que o tempo esta a esgotar se, "não queremos ter de enfrentar a continua desintegração da politica e economia. Não queremos chegar ao ponto de não retorno quanto as alterações climáticas."

A presidente da Suíça tem a mesma opinião. Simonetta Summaruga apresentou um pequeno vídeo sobre as abelhas para mostrar que a ação humana pode ser devastadora para o meio ambiente. A chefe de estado deu razão ao secretario geral da ONU quando este diz que corremos contra o tempo. "O mundo está a arder. Vemos a floresta ser destruída na Amazónia e os incêndios na Austrália, as consequências para os humanos e para a natureza são desastrosas."

Pouco depois era a vez de Donald Trump subir ao palco e apelidar de profetas da desgraça todos os que falam de emergência climática. O presidente dos Estados Unidos deu o exemplo de alertas anteriores "nos anos 60 previram um problema de população a mais. Nos anos 70 falaram de fome e na década de 90 íamos assistir ao fim do petróleo. Estes alarmistas querem sempre o mesmo poder absoluto para dominarem, transformar e controlar cada aspeto da nossa vida."

Trump diz acreditar que com as politicas que segue os Estados Unidos tem o ar e agua potável mais puros do mundo e prometeu que não vai deixar os socialista radicais destruírem os Estados Unidos ou erradicarem a liberdade por causa do ambiente.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de