Decretado novo recolher obrigatório em Kiev até quarta-feira de manhã

O recolher obrigatório vai começar às 20h00 desta segunda-feira e permanece até às 7 horas da manhã de dia 23 de março, informou o presidente da câmara de Kiev, Vitali Klitschko.

O presidente da câmara de Kiev, Vitali Klitschko, anunciou que será imposto um novo recolher obrigatório na capital ucraniana a partir desta segunda-feira à noite até quarta-feira de manhã.

"Começará hoje às 20h00 (hora local, 18h00 em Lisboa) e irá durar até às 07h00 (locais, 05h00 em Lisboa) de 23 de março", informou o autarca através de uma mensagem publicada na plataforma Telegram, citada pelas agências internacionais.

Na noite de domingo para segunda-feira, um bombardeamento atingiu um centro comercial na zona noroeste de Kiev, matando pelo menos oito pessoas, segundo um novo balanço das autoridades ucranianas, num momento em que as forças russas continuam a tentar cercar a capital ucraniana.

O anterior balanço apontava para seis vítimas mortais.

A área do complexo comercial foi alvo de um ataque que atingiu veículos num parque de estacionamento e provocou uma cratera de vários metros de largura.

A guerra na Ucrânia, que entrou hoje no 26.º dia, causou pelo menos 902 mortos e 1.459 feridos entre a população civil, incluindo mais de 170 crianças, e provocou a fuga de mais de 10 milhões de pessoas, entre as quais mais de 3,3 milhões para os países vizinhos, indicam os mais recentes dados da ONU.

A invasão da Ucrânia, iniciada por Moscovo em 24 de fevereiro, foi condenada pela generalidade da comunidade internacional e muitos países e organizações impuseram sanções à Rússia que atingem praticamente todos os setores, da banca ao desporto.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de