"Dentro de uma ou duas semanas." Turquia admite reunião entre ministros dos Negócios Estrangeiros ucraniano e russo

O chefe da diplomacia da Turquia disse que ainda é "impossível indicar uma data ou local da próxima reunião".

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, e o homólogo ucraniano, Dmytro Kuleba, podem vir a encontrar-se "dentro de uma ou duas semanas", disse esta quinta-feira o chefe da diplomacia da Turquia, Meylut Cavusoglu.

"Pode vir a ser marcada uma reunião ao mais alto nível, pelo menos ao nível de ministro, dentro de uma semana ou duas", disse Meylut Cavusoglu.

Numa entrevista a uma televisão turca, o ministro dos Negócios Estrangeiros do governo de Ancara disse ainda que é "impossível indicar uma data ou local da próxima reunião".

A Turquia acolhe a ronda de conversações, a nível de delegações, que começou na quarta-feira e termina hoje em Istambul.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que matou pelo menos 1.179 civis, incluindo 104 crianças, e feriu 1.860, entre os quais 134 crianças, segundo os mais recentes dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real de vítimas civis ser muito maior.

A guerra provocou a fuga de mais de 10 milhões de pessoas, incluindo mais de 3,9 milhões de refugiados em países vizinhos e quase 6,5 milhões de deslocados internos.

A ONU estima que cerca de 13 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de