Detidas 19 pessoas na fronteira entre Espanha e França mas bloqueio vai continuar

Após a expulsão do território francês, com a intervenção da polícia, que deteve 19 pessoas, o "Tsunami democrático" pediu aos manifestantes que se concentrassem novamente, alguns quilómetros mais abaixo, desta vez do lado espanhol.

A organização independentista autodenominada "Tsunami democrático" convocou os seus apoiantes para bloquearem um novo local na fronteira entre Espanha e França, depois de terem sido desalojados da autoestrada que liga os dois países, onde estavam desde segunda-feira.

Após a expulsão do território francês, com a intervenção da polícia deste país, que deteve 18 pessoas, o "Tsunami democrático" pediu aos manifestantes que se concentrassem novamente, alguns quilómetros mais abaixo, desta vez do lado espanhol, perto da povoação de La Jonquera.

Os independentistas estão a tentar manter o bloqueio da circulação de pessoas e mercadorias entre os dois países.

Entretanto, a polícia regional revelou que tinha detido uma pessoa também envolvida nos protestos, o que perfaz um total de 19 detenções.

A ação de "desobediência pacífica" sancionada pelos líderes políticos separatistas catalães começou na segunda-feira e deveria demorar três dias.

O grupo clandestino "Tsunami Democrático" foi responsável por uma série de ações de protesto, alguns violentos, desde a condenação há um mês de 12 líderes separatistas catalães pelo seu envolvimento em 2017 na tentativa de autodeterminação desta região espanhola.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de