"Erro imperdoável." Irão faz detenções por ligação a abate de avião

O Presidente do Irão, Hassan Rouhani, referiu, numa rede televisiva do país, que todos os responsáveis pelo "erro imperdoável" serão punidos. Rouhani prometeu ainda uma investigação exaustiva.

Pelo menos 30 pessoas foram detidas no Irão pela ligação ao abate do avião ucraniano há quase uma semana. Foi o porta-voz da procuradoria iraniana que fez o anúncio das detenções esta manhã, mas não avançou mais detalhes.

Também esta manhã, segundo reporta a France Press, o Presidente, Hassan Rouhani, referiu, numa rede televisiva do país, que todos os responsáveis pelo "erro imperdoável" serão punidos. Rouhani prometeu ainda uma investigação exaustiva.

O líder iraniano afirmou também que o facto de as Forças Armadas terem admitido o erro foi um bom primeiro passo.

O avião ucraniano foi abatido por engano pela Força Aérea iraniana, num acidente em que morreram 176 pessoas.

* Atualizado às 11h34

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de