Crónica de um português na China. Zero infetados em Wuhan e Hubei

João Pedrosa decidiu ficar na cidade chinesa que foi o epicentro do novo coronavírus. Agora, escreve no site da TSF sobre o estranho dia a dia em Wuhan.

Em meados da semana que agora termina, os últimos três pacientes infetados com Covid-19 de Wuhan foram considerados recuperados e receberam alta hospitalar.

As autoridades de saúde de Hubei, a província mais afetada pela epidemia, declararam nesta ultima quinta-feira que o numero de pacientes infetados é zero.

Mas foram anunciados mais "zeros":

Zero novos casos covid-19; zero casos suspeitos; zero mortes; zero assintomáticos; zero casos importados; zero casos confirmados.

Todos os distritos da cidade são considerados de baixo risco (de infeção).

O ultimo distrito a passar de médio para baixo risco foi o de Dongxihu. A decisão foi tomada no passado dia 2 de junho, tendo por base a não existência de novos casos nos últimos 14 dias.

É neste distrito que eu trabalho e foi nele que eu realizei o meu teste de ácido nucleico no passado mês.

A cidade realizou aproximadamente dez milhões de testes na ultima quinzena de maio e não houve noticia de qualquer caso de infeção.

Na província de Hubei, excluindo Wuhan, as autoridades de saúde relataram na última sexta-feira que não houve qualquer caso de infeção nos últimos três meses.

Em face dos últimos indicadores, as autoridades de Pequim suspenderam também as restrições a todos aqueles que pretendam viajar de Hubei para a capital.

Anteriormente, eram obrigados a ficar em quarentena por 14 dias e realizar dois testes de acido nucleico, com resultados negativos. Só após tal, eram autorizados a circular livremente na cidade.

Ainda sem haver qualquer anuncio oficial por parte autoridades, comenta-se que o uso obrigatório de mascara em espaços abertos, devera terminar em breve.

E de facto alguns já começam a mostrar os seus rostos.

Após quase cinco meses de confinamento e restrições, estas últimas notícias parecem trazer algum ânimo à população de Wuhan.

Mantenham-se seguros e saudáveis.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de