Ataques "antissemitas" na Alemanha. Duas pessoas morreram em tiroteio em sinagoga

Os ataques ocorreram no Yom Kipur, um dos dias mais importantes do ano para os judeus.

Um tiroteio em frente a uma sinagoga em Halle, na Alemanha, resultou na morte de duas pessoas e de vários feridos, avança a agência Reuters. A polícia já fez saber que está à procura dos suspeitos.

De acordo com a televisão Ntv, outro tiroteio ocorreu num restaurante turco de fast food.

A procuradoria-geral da Alemanha abriu uma investigação para perceber se o tiroteio no leste do país foi um ato terrorista, anunciaram as autoridades, mas o Governo alemão já avançou que se tratou de um ataque com motivações de radicalismo e xenofobia.

Uma testemunha que se encontrava no local disse à Ntv que o agressor estava vestido com uma farda militar e usava um capacete ou máscara, e que na mão ostentava uma pistola automática e o que parecia ser uma granada de mão.

A polícia pediu à população que permaneça vigilante e não saia de casa, já que vários dos atiradores fugiram dentro de um veículo, e e enviou de imediato "reforços significativos" para o local.

De acordo com a agência Reuters, que cita o jornal Bild, foi também atirada uma granada de mão num cemitério judeu.

A polícia local explicou que se ouviram vários tiros e que os suspeitos fugiram dentro de um carro, mas um dos que alegadamente estiveram envolvidos no ataque foi já detido.

O ataque ocorreu no Yom Kipur, o dia da Expiação, dos dias mais importantes do ano para os judeus, quando estes jejuam por mais de 24 horas.

O segundo ataque aconteceu numa cidade do leste da Alemanha, situada a 15 quilómetros de Halle, em Landsberg.

O porta-voz da chanceler Angela Merkel, Steffen Seibert, lamentou o caso, considerando que são "notícias terríveis". Também o ministro alemão do Interior, Horst Seehofer, afirmou que este foi um ataque antissemita, e acrescentou que os promotores federais que participaram na investigação consideram haver sinais de que possa ter sido iniciado por um extremista de direita.

Duas pessoas morreram nos ataques a uma sinagoga e a uma loja de kebab próxima à cidade de Halle, no leste da Alemanha, na quarta-feira. A violência ocorreu no Yom Kipur, o dia mais sagrado do calendário no judaísmo, enquanto os judeus jejuavam, e pediam expiação."Com base nas informações atuais, devemos assumir que foi pelo menos um ataque antissemita. De acordo com a promotoria federal, há indícios suficientes de que se tratava de um ataque extremista de direita", afirmou em comunicado.

Notícia atualizada às 07h10

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de