Em tomada de posse, senadora indígena australiana chama "colonizadora" a Isabel II

De braço erguido no ar, Lidia Thorpe, no momento da tomada de posse perante o parlamento, chamou Isabel II, rainha de Inglaterra, de "colonizadora".

Lidia Thorpe, senadora indígena australiana, protagonizou esta segunda-feira um momento insólito durante a tomada de posse no Senado. Durante o juramento, Thorpe distorceu as palavras do texto original e chamou de "colonizadora" a rainha Isabel II.

"Eu, senadora Lidia Thorpe, juro solene e sinceramente que serei fiel e mantenho verdadeira lealdade à colonizadora, sua majestade, Rainha Isabel II", disse, provocando um momento de protesto no Senado. Os senadores presentes na sala assobiaram a representante parlamentar de Vitoria.

A presidente do Senado, Sue Lines, foi obrigada a intervir e pediu para Thorpe voltar a repetir as palavras originais do texto. "É obrigada a recitar o juramento impresso no cartão."

Na semana passada, a senadora Lidia Thorpe, eleita pelo Partido dos Verdes, esteve ausente do parlamento, onde os restantes senadores tomaram posse.

A rainha de Inglaterra, Isabel II, também é chefe de Estado na Austrália. Em junho de 2022, Lidia Thorpe, declarou na rádio ABC "a expropriação, o massacre e o genocídio" das populações aborígenes às mãos dos britânicos.

"O projeto colonial chegou aqui e assassinou o nosso povo. Por isso, peço desculpa, mas não estamos satisfeitos. Lamento, mas esta bandeira representa tanto trauma para tantas pessoas",​ reforçou.

Mais tarde, através da rede social, Twitter, Lidia Thorpe, partilhou uma foto do momento individual da tomada de posse, escrevendo que "a soberania nunca cedeu". Após este tweet, a opinião pública dividiu-se. Vários movimentos republicanos comentaram que o ato da senadora foi heroico. Já outros internautas consideram que faltou ao respeito ao parlamento por não ter proferido texto original durante a tomada de posse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de