EMA defende que vacinação completa é crucial para enfrentar variante Delta

Aos Estados-membros, a agência pede que redobrem os esforços para vacinar os cuidadores de idosos e doentes.

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) adverte que é crucial ter a vacinação completa para enfrentar a variante Delta e prevê que, no final de agosto, esta estirpe represente mais de 90% dos vírus em circulação na Europa. Por isso, a EMA aconselha os países a serem rigorosos, a administrar as doses indicadas pelas autoridades de saúde e pelos fabricantes de cada vacina porque só assim é possível haver resistência às infeções.

Aos Estados-membros, a agência pede que redobrem os esforços para vacinar os cuidadores de idosos e doentes e reafirma não ter dados científicos para dar luz verde ao uso de doses de vacinas diferentes para compensar eventuais falhas.

Por fim, a Agência Europeia do Medicamento conclui ainda que não há informação segura quanto à necessidade de uma dose extra de reforço da vacinação para fazer face à variante Delta.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de