Embaixada da Ucrânia em Lisboa recebeu dois envelopes suspeitos

PSP está no local com meios da Unidade Especial de Polícia.

A embaixada da Ucrânia em Lisboa recebeu na tarde desta segunda-feira dois envelopes suspeitos, tendo chamado a PSP que está no local com meios da Unidade Especial de Polícia, disse à Lusa fonte policial.

A embaixada da Ucrânia em Lisboa confirmou à Lusa que chamou a Polícia de Segurança Pública depois de ter identificado "correspondência suspeita".

De acordo com informações recolhidas pela TSF e confirmadas junto da PSP, a Avenida das Descobertas - onde está situada esta embaixada - está temporariamente fechada ao trânsito. A polícia justifica a decisão com o reforço das medidas de segurança às instalações diplomáticas.

A circulação será restabelecida, indica a polícia, assim que estejam reunidas as condições necessárias, não indicando, para já, quando tal se verificará. Para já, pede apenas aos cidadãos que sigam as indicações dos agentes no local.

Na sexta-feira, as autoridades portuguesas reforçaram a proteção da embaixada da Ucrânia em Lisboa e admitiam reapreciar o nível de ameaça em Portugal, após cartas armadilhadas terem sido recebidas por entidades em Espanha, anunciava o Sistema de Segurança Interna (SSI).

Em resposta a um pedido de esclarecimento da Lusa, na sequência da notícia da receção de pelo menos seis cartas armadilhadas em Espanha, o SSI confirmou que a Unidade de Coordenação Antiterrorismo (UCAT), que funciona no quadro do Sistema de Segurança Interna, "está a acompanhar atentamente a situação" e que se encontra em "estreita articulação com os seus parceiros espanhóis, europeus e internacionais".

"Caso, fruto dessa cooperação com Espanha e parceiros internacionais, e da nossa análise interna, se justifique uma reapreciação do grau de ameaça e segurança, serão tomadas de imediato pelas autoridades competentes as correspondentes e adequadas medidas de alerta e dispositivo de segurança", acrescentava também o gabinete do secretário-geral do SSI, Paulo Vizeu Pinheiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de