Empresa oferece bónus de mil dólares a trabalhadores vacinados contra a Covid

Trata-se da Vanguard, uma das maiores gestoras de ativos do mundo, que indica que o incentivo foi pensado para reconhecer os funcionários que dedicaram tempo para se "proteger a si mesmos, uns aos outros e às comunidades ao serem vacinados".

A Vanguard, uma das maiores gestoras de ativos do mundo, está a oferecer aos funcionários um bónus de 1000 dólares (aproximadamente 843 euros) para serem vacinados contra a Covid-19.

O incentivo mostra a forma como algumas empresas estão a proceder para encorajar os trabalhadores a tomarem a vacina contra a Covid-19, especialmente num momento em que crescem os casos relacionados com a variante Delta, inicialmente identificada na Índia. Todos os 16.500 funcionários da Vanguard nos Estados Unidos estão elegíveis e devem apresentar o comprovativo da vacinação até ao dia 1 de outubro.

"A Vanguard reconhece que as vacinas são a melhor maneira de impedir a disseminação deste vírus e encoraja fortemente os trabalhadores a serem vacinados", disse o porta-voz da Vanguard, Charles Kurtz, num comunicado, citado pela CNN. "Como tal, estamos a oferecer um bónus para os funcionários que fornecerem a prova de vacinação da Covid-19", acrescenta.

A Vanguard confirmou o valor de 1000 dólares americanos, avançado pela Bloomberg News, e indicou que o incentivo foi pensado para reconhecer os funcionários que dedicaram tempo para se "proteger a si mesmos, uns aos outros e às comunidades ao serem vacinados".

Esta iniciativa da Vanguard ocorre no momento em que várias grandes empresas intensificam os seus esforços para aumentar as taxas de vacinação. A Microsoft, o Facebook e o Google anunciaram, nos últimos dias, os requisitos de vacinas para funcionários que retornaram aos escritórios. A Tyson Foods, uma das maiores empresas da indústria alimentícia, disse, na terça-feira, que todos os funcionários de escritórios e fábricas devem ser vacinados.

A Vanguard, que administra mais de sete triliões de dólares a nível global, junta-se assim a uma série de outras empresas que ofereceram incentivos aos trabalhadores vacinados contra a Covid-19.

Por exemplo, os funcionários da Kroger, uma empresa de supermercados americana, vão receber um pagamento de 100 dólares (aproximadamente 84 euros) se apresentarem prova de vacinação. Já os funcionários corporativos do McDonald's têm direito a até quatro horas de folga remunerada. Também os trabalhadores vacinados na Bolthouse Farms, uma empresa agrícola especializada em bebidas refrigeradas, podem receber um bónus de 500 dólares (aproximadamente 421 euros).

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de