Esboço de plano de paz? Kremlin diz que é muito cedo para divulgar potenciais acordos

Comentário do porta-voz do Kremlin surge depois de o Financial Times ter noticiado que a Ucrânia e a Rússia tinham feito progressos significativos.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Psekov, disse esta quarta-feira que é muito cedo para divulgar potenciais acordos de cessar-fogo entre Moscovo e Kiev, avança RIA, agência de notícias russa.

O comentário surge depois de o Financial Times ter noticiado que a Ucrânia e a Rússia tinham feito progressos significativos num plano de paz provisório, com 15 pontos. O jornal britânico citou três pessoas não identificadas envolvidas nas conversações, afirmando que o plano inclui um cessar-fogo e a retirada russa se Kiev declarar neutralidade e aceitar limites às suas forças armadas.

A Rússia lançou a 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já causou pelo menos 726 mortos e mais de 1.170 feridos, incluindo algumas dezenas de crianças, e provocou a fuga de cerca de 4,8 milhões de pessoas, entre as quais três milhões para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

TODAS AS REPORTAGENS TSF NA UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de