Escola expulsa menina da cantina por pai não pagar "taxas voluntárias"

Estabelecimento de ensino incorporou taxa para famílias ajudarem na manutenção do local.

O Colégio Sagrados Corazones, em Alicante, Espanha, expulsou uma menina da cantina depois de o pai se ter recusado a pagar uma dúzia de "taxas voluntárias", cada uma delas no valor de 82 euros. Após ter sido informado de que a criança não poderia usufruir mais do refeitório porque não tinha pagado as taxas, o encarregado de educação decidiu apresentar uma queixa ao ministério da Educação espanhol que, segundo o El Mundo, analisou a situação e forçou a escola a readmitir a menina no refeitório.

A denúncia levou a Confederação de Pais de Alunos Gonzalo Anaya, ativa em muitas escolas públicas espanholas, a pedir ao ministério da Educação espanhol que avance com uma auditoria aos estabelecimentos de ensino com fundos públicos para evitar "qualquer tipo de segregação por motivos económicos".

"Deve-se controlar qualquer tipo de cobrança às famílias porque vai contra o princípio constitucional da educação gratuita", avisou Silva Centelles, presidente da Confederação de Pais, ao site espanhol Diario Información.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados