Espanha coloca em quarentena repatriados de Wuhan

Pacientes vão ficar no Hospital Gómez Ulla.

Vão ficar em quarentena as duas dezenas de espanhóis que se encontram na cidade chinesa de Wuhan e que devem chegar amanhã a Madrid. Esta quinta-feira, o Ministério da Saúde espanhol deu uma conferência de imprensa para explicar as medidas adotadas.

Os serviços de saúde espanhóis reativaram uma unidade do Hospital Gómez Ulla, onde estes 20 cidadãos devem ficar durante 14 dias em quarentena, o período de incubação do coronavírus. O ministro da Saúde espanhol explicou, esta manhã, que se trata de uma sala no 17.º andar desta unidade de saúde, que estava vazia e foi reativada ontem à tarde.

Salvador Illa sublinha que estes pacientes não vão para a unidade de infeções contagiosas que o hospital tem a funcionar no 22.º andar.

Esta manhã, o ministro da Saúde espanhol esteve reunido com a Comissão de Saúde Pública, com os diretores-gerais de Saúde Pública e representantes de sociedades científicas.

O diretor do Centro de Emergências fez questão de sublinhar que se trata de "pessoas saudáveis numa zona de quarentena".

No entanto, e de acordo com o jornal espanhol El Mundo , a menos de 24 horas da chegada prevista destes 20 cidadãos, os funcionários do hospital desconhecem o protocolo de admissão dos pacientes e não receberam qualquer formação sobre como lidar com casos urgentes.

No entanto, na conferência de imprensa, o ministro espanhol da Saúde afirmou que o dispositivo sanitário especial está pronto a ser implementado. Está previsto numa primeira fase que duas equipas médicas façam uma pré-avaliação assim que pisem território espanhol, mais tarde será transferidos para o Hospital Gómez Illa. Salvador Illa diz que esta é uma medida excecional, acordada com a União Europeia para garantir a segurança de todos.

O diretor do Centro de Coordenação de Alertas e Emergências em Saúde garante que quem todos os que estão a regressar de Wuahn são saudáveis, vão estar num espaço confortável e na zona de quarentena podem ter uma vida quase normal.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de