EUA cancelam 44 voos da China

Governo chinês suspendeu também 44 voos das transportadoras norte-americanas Delta Airlines, American Airlines e United Airlines.

O Departamento de Transportes dos Estados Unidos anunciou o cancelamento de 44 voos da China, em resposta à mesma restrição avançada por Pequim às companhias aéreas norte-americanas devido à pandemia da Covid-19.

De acordo com Washington, o Governo chinês suspendeu 44 voos das transportadoras norte-americanas Delta Airlines, American Airlines e United Airlines depois de alguns dos seus passageiros terem acusado positivo à Covid-19 ao aterrarem na China.

O Departamento de Transportes dos EUA chamou-lhe uma "ação unilateral (...) contrária ao interesse público" e "totalmente fora do controlo" das companhias aéreas, uma vez que os passageiros tinham testado negativo antes de embarcarem nos aviões.

Em resposta, os EUA ordenaram esta sexta-feira a suspensão de 44 voos da Air China, China Eastern Airlines, China Southern Airlines e Xiamen Airlines, programados entre 30 de janeiro e 29 de março, que deveriam partir de Los Angeles e Nova Iorque para o país asiático.

Em março de 2020, na sequência da pandemia de Covid-19, o Governo chinês restringiu o número de voos estrangeiros para o país.

O então Presidente dos EUA, Donald Trump, decidiu, em junho desse ano, proibir as companhias aéreas chinesas face à recusa de Pequim em levantar essas restrições aéreas, uma situação que se tinha normalizado no ano passado.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de