EUA reconhecem Jeanine Añez como Presidente da Bolívia

A posição norte-americana foi divulgada pelo secretário de Estado, Mike Pompeo, que felicitou a senadora por se ter autoproclamado Presidente interina da Bolívia, após a renúncia de Evo Morales.

Jeanine Añez autoproclamou-se Presidente interina na terça-feira, e os EUA já congratularam a senadora boliviana por esta decisão.

A posição norte-americana foi divulgada pelo secretário de Estado, Mike Pompeo, que felicitou a senadora por se ter autoproclamado Presidente interina da Bolívia, após a renúncia de Evo Morales.

A agência Reuters noticia que, num comunicado do Departamento de Estado, Pompeo elogia Añez pela iniciativa de se "oferecer para dirigir a sua nação num processo de transição democrática, de acordo com a Constituição da Bolívia e à luz dos princípios da Carta Democrática Interamericana".

O ex-Presidente boliviano já reagiu às declarações norte-americanas, e censurou este reconhecimento oficial. Numa conferência de imprensa na Cidade do México, Evo Morales descreveu esta situação como uma "conspiração política e económica fomentada pelos Estados Unidos".

O antigo Presidente, que se afastou depois da pressão dos militares do país, mostrou-se disposto a regressar ao país sul-americano. "Se o meu povo pedir, estamos preparados para voltar", disse, ao mesmo tempo que manifestou a intenção de "pacificar" o Estado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de