Ex-agente da CIA e empregado do FBI acusado de espionagem a favor da China

Alexander Yuk Ching Ma é acusado de revelar segredos comerciais e informação sobre fontes.

Um antigo agente da CIA e linguista contratado pelo FBI foi acusado de espionagem a favor da China, incluindo entrega de segredos comerciais e informação sobre fontes, segundo documentos judiciais divulgados na segunda-feira.

Alexander Yuk Ching Ma é acusado de revelar segredos governamentais a agentes dos serviços de informações chineses, durante um período de três dias, em março de 2001, num quarto de hotel em Hong Kong, e de continuar em contacto com estes mesmo depois de conseguir um emprego no FBI.

Ma foi acusado num tribunal federal em Honolulu de conspiração para obter e transmitir informação sobre defesa nacional a uma nação estrangeira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de