Explosões no Líbano. Detidos 16 funcionários do porto de Beirute

As duas fortes explosões arrasaram a zona portuária de Beirute, provocando a morte a pelo menos 137 pessoas e mais de 5000 feridos.

Dezasseis funcionários do porto de Beirute foram detidos esta quinta-feira, dois dias após as violentas explosões que arrasaram a zona portuária da capital do Líbano. A informação está a ser avançada pela agência France-Press, que cita fonte judicial.

As explosões, provocadas por nitrato de amónio, fizeram pelo menos 137 mortos e mais de 5000 feridos. O Governo libanês estima que o acidente tenha deixado mais de 300 mil pessoas desalojadas.

As violentas explosões deverão ter tido origem em materiais explosivos confiscados e armazenados há vários anos no porto da capital libanesa.

O primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, revelou que cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amónio estavam armazenadas no armazém do porto de Beirute que explodiu.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de