Festas com doentes Covid-19: o primeiro a ficar infetado ganha um prémio em dinheiro

Autoridades alertam para prática perigosa e "irresponsável" no estado norte-americano do Alabama.

Grupos de jovens no Alabama, nos Estados Unidos, estão a organizar festas em que pelo menos uma pessoa com Covid-19 é convidada para contagiar intencionalmente outras pessoas.

A primeira pessoa a ficar infetada ganha um prémio em dinheiro, correspondente ao valor pago por todos os convidados para entrar na festa.

Sonya McKinstry, representante da câmara municipal de Tuscaloosa, no Alabama, assumiu que inicialmente a autarquia pensou que se tratasse de um rumor, mas garante que a informação foi confirmada por médicos e representantes do Estado.

"Deixa-me furiosa", lamentou Sonya McKinstry, em declarações à CNN. "Furiosa pelo facto de uma coisa tão séria e tão mortal estar a ser tomada por garantida. Não só é irresponsável, como, ao contrair o vírus, podem levá-lo para casa e infetar pais e avós."

A autarquia de Tuscaloosa está a tomar medidas para impedir a realização destas festas e a partir de segunda-feira vai tornar obrigatório o uso de máscara.

O estado do Alabama é um dos mais afetados pela Covid-19 nos EUA, com mais de 39 mil casos de contágio confirmados e mais de mil mortes.

Já os Estados Unidos são o país no mundo com mais mortos (128.651) e mais casos de infeção (2.732.639) desde o início da pandemia.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de