"Foi uma armadilha." Neymar nega violação e diz estar a ser vítima de extorsão

O jogador de futebol está a ser acusado de violação por uma mulher que conheceu nas redes sociais e com quem se encontrou num hotel em Paris.

O futebolista brasileiro Neymar negou, este domingo, a acusação de violação de que foi alvo e garantiu estar a ser vítima de extorsão.

Este sábado, tornou-se público que uma mulher residente em São Paulo, no Brasil, apresentou queixa contra o jogador, acusando-o de a ter violado num quarto de hotel, em Paris, no dia 15 de maio.

A mulher afirma ter conhecido Neymar através das redes sociais e que o jogador brasileiro lhe pagou a viagem e a estadia em Paris, por via de um assessor. No entanto, de acordo com a alegada vítima, quando esta se encontrou com Neymar num hotel, o futebolista aparentava estar "embriagado" e tornou-se "agressivo", tendo "mediante violência, praticado relação sexual contra a vontade" da mulher.

A alegada vítima terá regressado ao Brasil dois dias depois, não tendo apresentado queixa de imediato por estar emocionalmente abalada e temer reportar o caso num país estrangeiro.

Num vídeo publicado na sua página oficial de Instagram , Neymar defende-se da acusação, exibindo a troca de mensagens que ocorreu com a mulher em causa antes, mostrando que os dois continuaram em contacto mesmo nos dias que se seguiram ao alegado crime.

"Estou sendo acusado de estupro. (...) Fui pego de surpresa. Foi muito ruim e muito triste escutar isso, porque quem me conhece sabe do meu caráter e da minha índole, sabe que eu jamais faria uma coisa desse tipo", afirma o jogador no vídeo agora publicado.

"O que aconteceu nesse dia foi uma relação entre homem e mulher, dentro de quatro paredes, algo que acontece com todo casal. No dia seguinte não aconteceu nada demais, a gente continuou trocando mensagem", garante Neymar. "Existem pessoas que querem se aproveitar, extorquir as outras pessoas, é realmente triste, doloroso."

O jogador brasileiro lamentou ter caído numa "armadilha" e expressou ainda a esperança de que "a Justiça olhe as mensagens e veja o que realmente aconteceu".

Tanto a assessoria de imprensa de Neymar como o pai do futebolista também já reagiram às acusações.

Em comunicado, a assessoria do jogador afirmou que "os fatos já eram de conhecimento do Atleta e do seu estafe, tendo em vista que há poucos dias foi vitima de tentativa de extorsão, praticada por um advogado da cidade de São Paulo, que, segundo a sua versão, representava os interesses da suposta vitima."

"Os advogados do atleta foram imediatamente comunicados e desde então estão adotando todas as providências pertinentes", refere a nota.

"Diante do infeliz, ilegal e ultrajante acontecimento, repudiamos completamente as injustas acusações e, sobretudo, a exposição na imprensa de uma situação extremamente negativa. Todas as provas da tentativa de extorsão e da inexistência de estupro serão apresentadas à Autoridade Policial oportunamente", acrescenta o comunicado.

Já o pai do jogador mostrou-se entristecido com a situação, mas garantiu estar tranquilo e à espera de que a Justiça resolva o caso. "As acusações não são verdadeiras. Ela vai ter de pagar pelo que está a dizer e a Justiça vai resolver este caso o mais rápido possível", referiu.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de