"Foram feitas reclamações junto da CNE." UNITA reclama vitória e denuncia irregularidades

Partido da oposição está otimista com os "resultados animadores".

A UNITA afirma que "provavelmente" os resultados apontam para uma vitória do partido e denuncia irregularidades da Comissão Nacional de Eleições (CNE) por estar a anunciar resultados provisórios sem detalhes.

"Foram feitas reclamações junto da CNE à medida que fomos avançando no processo. Podemos chegar à conclusão que, provavelmente, tivemos uma vitória, mas ficamos consternados ao ver os dados da CNE que, sem base legal, está a fazer o anúncio dos resultados provisórios. Hoje mesmo entrou mais uma reclamação exatamente por causa do anúncio dos resultados provisórios que violam a lei orgânica. O lançamento desses dados está a ser feito sem detalhes: número de votantes de cada um dos círculos eleitorais referidos, número de votos em branco, nulos e que permitem a confrontação dos resultados obtidos", justificou Mihaela Webba, da UNITA, em conferência de imprensa esta quinta-feira.

Ainda com o processo de contagem dos votos a decorrer, Faustino Mumbica, também da UNITA, está otimista com os "resultados animadores" e pede paciência aos angolanos pela demora.

"O processo está lento. Do ponto de vista da metodologia, para corresponder aos vários obstáculos que o processo eleitoral nos impõe, dividimos o país em três grupos de municípios. Neste preciso momento a contagem deu prioridade ao grupo de municípios que consideramos ser fundamentais neste processo por possuírem o maior número de eleitores. Este grupo de municípios traz-nos resultados animadores que nos dizem que as próximas horas dirão muita coisa", explicou Faustino Mumbica, do partido da oposição.

O responsável anunciou que durante o processo de contagem de votos puderam já verificar que algumas províncias angolanas que no passado eram "espaços de domínio absoluto" do MPLA são agora locais em que "claramente se assiste a um equilíbrio".

"Refiro-me, concretamente, a províncias como Cuanza Norte", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de