Genro de Donald Trump nomeado para o Prémio Nobel da Paz

Jared Kushner foi proposto ao prémio, por um advogado defensor de Trump, pelo seu trabalho nos Acordos de Abraham.

Jared Kushner, genro e antigo conselheiro de Donald Trump na Casa Branca, está nomeado para o Prémio Nobel da Paz. A nomeação, em conjunto com o seu representante Avi Berkowitz, deve-se ao papel que desempenhou nas negociações de acordos entre Israel e os países árabes, os chamados "Acordos de Abraham".

Os Acordos de Abraham, assinados em agosto de 2020, envolveram Israel, Emirados Árabes Unidos, Bahrain, Sudão e Marrocos. A assinatura do documento marcou a primeira normalização das relações públicas entre um país árabe e o Estado de Israel desde os contactos deste com o Egito, em 1979, e a Jordânia, em 1994.

De acordo com o jornal The Guardian, a nomeação de Jared Kushner ao Nobel da Paz deve-se ao advogado norte-americano Alan Dershowitz (que defendeu Trump no seu primeiro processo de 'impeachment', no último ano), que, enquanto professor emérito de Direito da Universidade de Harvard, propôs o genro do antigo Presidente do prémio.

Jared Kushner já declarou, através de um comunicado, que se sente honrado pela nomeação.

As nomeações para o Prémio Nobel da Paz, que será entregue em outubro, encerraram este domingo. Entre as personalidades propostas ao prémio, além de Kushner, estão nomes como o do opositor russo Alexei Navalny e o da jovem ativista Greta Thunberg.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de