Governador denuncia ataque com mísseis que atinge mais um depósito de petróleo no Oeste

A zona ocidental da Ucrânia não tem tido combates terrestres, mas tem sido atacado por via aérea.

Um ataque com mísseis atingiu esta segunda-feira um depósito de petróleo, no oeste da Ucrânia, adiantou o governador regional de Rivne, região ucraniana atingida por vários ataques do mesmo género nos últimos dias.

As regiões ocidentais da Ucrânia não têm sido palco de combates terrestres, mas os mísseis das forças russas já atingiram depósitos de petróleo e uma instalação militar em Lviv, noticiou a agência Associated Press (AP).

Esta grande cidade ucraniana, perto da Polónia, tem sido, de resto, zona de passagem para centenas de milhares de ucranianos, enquanto fogem dos confrontos em outras zonas do país.

Segundo referiu no domingo o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, os ataques a depósitos de petróleo visam interromper a temporada de plantações naquele país, que é um dos grandes produtores de cereais.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que matou pelo menos 1151 civis, incluindo 103 crianças, e feriu 1824, entre os quais 133 crianças, segundo os mais recentes dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real de vítimas civis ser muito maior.

A guerra provocou a fuga de mais de 10 milhões de pessoas, incluindo mais de 3,8 milhões de refugiados em países vizinhos e quase 6,5 milhões de deslocados internos.

A ONU estima que cerca de 13 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE O CONFLITO ENTRE A RÚSSIA E A UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de