Governo britânico pede aos camionistas que não se dirijam a Dover

França vai exigir um teste negativo à Covid-19 aos condutores de camiões, cidadãos franceses e residentes em França para que possam entrar no país vindos do Reino Unido.

O Governo britânico alertou esta terça-feira as empresas de transportes para não enviarem para já camiões em direção a Kent, o condado inglês onde fica o porto de Dover, apesar de a França ter avançado que irá reabrir à meia-noite a travessia do canal da Mancha.

Tem havido "bons progressos e um acordo com o Governo francês sobre as fronteiras", disse na sua conta da rede social Twitter o ministro britânico dos Transportes, Grant Shapps, sublinhando que "para já os motoristas não devem dirigir-se para Kent esta noite".

França exigirá um teste negativo ao novo coronavírus, que provoca a doença Covid-19, aos condutores de camiões, cidadãos franceses e residentes em França para que possam entrar no país vindos do Reino Unido. O motivo é evitar a expansão de uma nova variante do vírus detetada em Inglaterra.

Londres está a trabalhar num programa para que o exército ajude a realizar os testes necessários aos condutores dos camiões parados em autoestradas e parques de estacionamento perto de Dover, de acordo com a imprensa britânica.

Mais de 1.500 veículos pesados ficaram imobilizados na zona, segundo o Ministério do Interior britânico, enquanto a federação do setor alimentar e bebidas indica que pelos menos 4.000 camiões que deviam atravessar o canal por estes dias foram afetados pelas restrições.

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 1.703.500 mortos resultantes de mais de 77,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 6.254 pessoas dos 378.656 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de