Governo francês dá 100 euros a seis milhões de famílias para a conta da energia

O Governo francês considera que a subida dos preços da energia pode ter consequências graves durante o inverno.

O governo francês anunciou, esta quarta-feira, que vai dar um cheque de 100 euros a cerca de seis milhões de agregados familiares de baixos rendimentos, para lhes permitir enfrentar a subida dos preços da energia.

A ajuda vai ser entregue de forma automática em dezembro aos agregados que preenchem as condições que o primeiro-ministro, Jean Castex, vai detalhar na quinta-feira.

Desta forma, o Executivo quer reduzir as consequências de uma subida, que considera "conjuntural", dos preços da energia e que pode ter consequências graves durante o inverno, quando se prevê o aumento do consumo devido ao frio.

A subida dos preços foi especialmente importante no que respeita ao gás, dado o encarecimento a nível mundial deste produto.

O governo francês já ajuda os agregados mais modestos na fatura energética com 150 euros.

Em Portugal, o preço da eletricidade também vai voltar a aumentar, a partir de 1 de outubro, com a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) a determinar uma subida de 1,05 euros por mês para a maioria dos consumidores em mercado regulado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de