Governo sírio e oposição avançam com reforma constitucional

Negociações foram retomadas em Genebra e devem decorrer até sexta-feira.

Representantes do Governo sírio e da oposição vão começar a redigir a reforma da Constituição, após dois anos de negociações infrutíferas e com a pandemia da Covid-19 a impedir as reuniões entre as partes.

As negociações foram retomadas este domingo em Genebra, na Suíça, e deverão prolongar-se até sexta-feira.

Segundo o enviado especial da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Síria, Geir Pedersen, que atua como intermediário nas negociações, pela primeira vez os representantes de ambas as partes tiveram "uma discussão franca e substantiva sobre como se processará a reforma constitucional".

Geir Pedersen disse que os representantes do Governo e da oposição "concordaram não só em começar a preparar a reforma constitucional, mas também vão preparar e começar a redigir a reforma constitucional".

A ONU tenta facilitar desde 2012 um processo político para pôr termo à guerra civil na Síria, que começou em 2011 e baixou de intensidade no primeiro trimestre de 2020.

Uma década de conflito conduziu a uma crise socioeconómica no país, onde 13 milhões de pessoas necessitam de ajuda humanitária.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de