Grupo interrompe projeção de novo filme de Polanski devido a alegada violação

Incidente teve lugar numa sala em Paris.

Um grupo de 40 pessoas interrompeu, esta terça-feira à noite, a projeção do novo filme de Roman Polanski em protesto pela alegada violação de que o realizador foi acusado. O incidente teve lugar numa sala em Paris, onde "J'acuse", a mais recente obra de Polanski, passava pela primeira vez.

O realizador de origem polaca, de 86 anos, foi há dias acusado por uma ex-modelo e atriz de a ter violado em 1975, na estância de esqui de Gstaad, na Suíça. Roman Polanski recusou a acusação e o seu advogado admitiu avançar com uma ação judicial contra a queixosa.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados