"Devemos intensificar vacinação para travar variantes"

Secretário-geral da ONU apela a uma estratégia global de vacinação e a um imposto de solidariedade para quem ficou rico com a pandemia.

O recém-reeleito Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres apelou esta quinta-feira a uma ação coordenada que garanta acesso "global" às vacinas. O apelo de Guterres prende-se com as preocupações frente a um vírus que tende a escapar-se através de novas variantes.

"O vírus tende a sofrer mutações. Ninguém está seguro, até que estejamos todos vacinados e, infelizmente, o mundo não está a preparar-se para isso. Enfrentamos o espectro de um mundo dividido e uma década perdida para o desenvolvimento", alertou Guterres.

Na segunda vez que discursou perante os eurodeputados, na qualidade de secretário-geral da ONU, afirmou que as vacinas "devem ser consideradas como um bem público global disponível e acessível a todos".

"Isso requer a exploração de todas as opções, desde licenças voluntárias e transferências de tecnologia ao pool de patentes e flexibilidade sobre direitos de propriedade intelectual, abordar os gargalos da cadeia de suprimentos também é fundamental para aumentar a produção rapidamente em todo o mundo", defendeu.

Guterres apontou outra parte da estratégia, que passa pela proposta aos governos europeus, para que considerem "uma taxa de solidariedade, ou um imposto sobre as fortunas, para aqueles que lucraram com a pandemia, para fazermos o relançamento sócio-económico".

"Enquanto alguns países estão a começar lentamente a ver a luz ao fundo do túnel, o vírus continua a ser uma realidade ameaçadora em muitos locais do globo e, portanto, para todos nós", destacou, apelando à vacinação global.

Guterres insistiu ainda numa estratégia global de vacinação e dos países produtores de vacinas se unirem numa missão de emergência, apoiada pela Organização Mundial da Saúde, a Gavi Vaccine Alliance e instituições financeiras internacionais, para mobilizar as empresas farmacêuticas e os principais atores industriais.

"E isso requer a exploração de todas as opções, desde licenças voluntárias e transferências de tecnologia ao pool de patentes e flexibilidade sobre direitos de propriedade intelectual, abordar os engarrafamentos [da cadeia de abastecimento], também é fundamental para aumentar a produção rapidamente em todo o mundo", disse Guterres.

Guterres apelou ainda aos 27, para que considerem "uma taxa de solidariedade, ou um imposto sobre as fortunas, para aqueles que lucraram com a pandemia, para fazermos o relançamento socio-económico".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de